segunda-feira, 29 de maio de 2017

Assalto na BR 082....

Após assaltantes roubar uma carreta transportando combustível na região de Terra Boa, teve  um acompanhamento tático  por policiais militares da 5º Cia Independente de Cianorte,os marginais  capotaram uma camionete deixando  armas para traz  e se embrenharam na mata, foram perseguido, teve  trocas de tiros, um bandido veio a óbito no local,  
A carreta  com placas do Paraguay estava vazia, onde tudo indica os maginais queria o veiculo para cometer outro crime , Por Ex, fechar a rodovia para assaltar um carro forte. que estava vindo no mesmo sentido minutos atras.  

Os policiais das equipes Rotam, Rocam e Canil, inclusive com o cachorro farejador, se encontram nas buscas no local. A Polícia Civil e Polícia Rodoviária de Cianorte, incluindo a equipe Rotam do Sargento Fahur, também participam das buscas pelos bandidos.

Segundo a Polícia Militar, na caminhonete foi encontrado uma camiseta da Polícia Federal, uma carabina e uma pistola, e Giro Flex, o que indica que o roubo do caminhão pode ter ocorrido na Rodovia em falsa blitz. A Caminhonete foi roubada em 28/04/2017 em Passo Fundo- RS.

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Tragédia na BR-277...alta velocidade e sem freio....

O motorista do caminhão que provocou um grave acidente na BR-277 nesta quinta feira, Jeferson Eduardo Borssato, de 31 anos foi preso e autuado por homicídio doloso, quando se assume o risco de matar. Nesse caso, não há a possibilidade de pagamento de fiança para que ele possa responder em liberdade. 
A carreta dirigida por Jeferson atingiu outros seis veículos em um engavetamento no KM 124 da rodovia, na região de Balsa Nova, na pista sentido Curitiba. Ao todo, três carretas e quatro carros se envolveram na batida. Seis pessoas morreram e outras três ficaram feridas.

Alta velocidade

O delegado Cassiano Aufiero é o responsável pela autuação e afirma que as perícias preliminares feitas até agora apontam que o motorista diria a uma velocidade entre 100 e 120km/h. O trecho onde ocorreu o acidente está em obras e há orientações para que os motoristas reduzam a velocidade. A velocidade pôde ser calculada a partir das marcas de frenagem deixadas na pista.
 Além de estar em alta velocidade, o veículo circulava sem o tacógrafo. O equipamento é como se fosse a "caixa preta" do caminhão e registra as informações das viagens feitas pelo veículos. Mesmo assim, os peritos analisaram os tacógrafos das viagens antigas e concluíram que, nas duas viagens anteriores, o motorista dirigiu a uma velocidade média de 120km/h. O que, para a polícia, indica que o motorista tem um histórico de dirigir em alta velocidade. 

Sem freio

Outro agravante indicado pelos peritos é que, carregado com uma carga de cerca de 30 toneladas de milho, a carreta estava totalmente sem freios. Ao analisar o veículo a polícia viu que os freios estavam suspensos. “Ele produziu esse resultado. Ele tinha a consciência de que ele poderia matar alguém. Ele assumiu o risco”, afirmou o delegado. 
O motorista foi submetido ao exame do bafômetro que não indicou ingestão de bebida alcoólica. O motorista está preso na Delegacia de Campo Largo onde permanece à disposição da Justiça. O advogado de defesa de Jeferson não quis comentar o caso. Agora, a policia deve ouvir as testemunhas e sobreviventes da tragédia. Os peritos ainda trabalham no laudo completo.